ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE JOGADORES DOS PRINCIPAIS CAMPEONATOS EUROPEUS DE FUTEBOL ATRAVÉS DO DEA

  • Sérgio Augusto Faria Salles Instituto Federal Fluminense - IFF
  • Lucas da Costa Almeida Instituto Federal Fluminense - IFF
  • Henrique Rego Monteiro da Hora Instituto Federal Fluminense - IFF
  • Milton Erthal Júnior Instituto Federal Fluminense - IFF; Universidade Candido Mendes - UCAM

Resumo

Esta pesquisa objetiva analisar a eficiência de jogadores de sete campeonatos europeus de futebol, quanto a suas respectivas posições, e testar as seguintes hipóteses: Quanto maior o valor de mercado, mais eficiente será o jogador (“H1”) e jogadores são mais eficientes na fase intermediária de suas carreiras (“H2”). Como método foi utilizada a Análise Envoltória de Dados, assumindo o modelo de retorno constante de escala (CCR). Foram analisadas 1.799 DMU’s, três inputs e 26 outputs, onde os resultados apontaram a eficiência de 49% das alternativas. Para teste das hipóteses foi calculada a correlação entre variáveis na forma Pearson. A hipótese “H1” foi testada e a correlação resultou em “fraca” para duas das oito posições, enquanto o restante resultou em “muito fraca”. Para a hipótese “H2” não foi possível identificar nenhum tipo de padrão nas relações entre as variáveis e os jogadores eficientes.

Publicado
11-07-2018
Como Citar
SALLES, Sérgio Augusto Faria et al. ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE JOGADORES DOS PRINCIPAIS CAMPEONATOS EUROPEUS DE FUTEBOL ATRAVÉS DO DEA. Pesquisa Operacional para o Desenvolvimento, [S.l.], v. 10, n. 1, p. 9-26, jul. 2018. ISSN 1984-3534. Disponível em: <http://www.podesenvolvimento.org.br/inicio/index.php?journal=podesenvolvimento&page=article&op=view&path%5B%5D=538>. Acesso em: 21 set. 2018. doi: https://doi.org/10.4322/PODes.2018.002.
Seção
Artigos